Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Custos do programa 747-8 sobem acima do esperado, diz Boeing

SÃO PAULO - A Boeing reconheceu que os custos de desenvolvimento do programa do 747-8 estão crescendo acima do esperado. Ainda assim, porém, a companhia afirma que continua progredindo nos projetos do novo avião, apesar da greve de seus metalúrgicos, que hoje entrou em seu 52º dia.

Valor Online |

Em teleconferência com jornalistas, o presidente do conselho, presidente e executivo-chefe da empresa, Jim McNerney, afirmou que seus executivos estão "frustrados" pelos aumentos de custo do programa do 747-8. No balanço da companhia sobre seu desempenho no terceiro trimestre, há apenas duas referências a esse aumento de custos no programa, mas sem oferecer detalhes ou explicações.

Segundo a companhia, foram gastos US$ 705 milhões em pesquisa e desenvolvimento no terceiro trimestre, 7% a mais que no mesmo período de 2007. Esse total, porém, foi gasto tanto no projeto do 747-8 como no do 787 Dreamliner.

A fabricante acredita que haja um mercado para 345 aeronaves desse modelo, 260 dos quais para o segmento de cargas. Até o momento, a companhia tem pedidos firmes para 106 aeronaves, sendo apenas 28 de passageiros.

Apesar da greve dos metalúrgicos, a Boeing afirma que seus engenheiros continuaram a trabalhar nos projetos do avião e, no momento, cerca de 95% dos desenhos já foram concluídos e enviados a fornecedores.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG