Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Custo das horas trabalhadas aumenta 4% na zona do euro

SÃO PAULO - O custo total de horas trabalhadas na zona do euro apresentou elevação de 4% em termos nominais no terceiro trimestre de 2008, em comparação com o mesmo período do ano passado. O indicador foi maior do que no segundo trimestre, em que o crescimento foi de 2,8%.

Valor Online |

Dentre os países membros pesquisados na região, o menor crescimento anual dos custos do trabalho foi registrado na Alemanha e na Suécia (ambos 2,5%) e os maiores foram apurados na Romênia (21,2%) e na Letônia (20,5%).

Os dados foram divulgados pela agência de estatísticas Eurostat e revelam que, na zona do euro, os salários cresceram 3,8% no período, na comparação com 2007, aumento maior do que os 2,7% registrados no segundo trimestre desse ano.

Os demais custos, que não salários, registraram alta de 4,4% no terceiro trimestre, enquanto no trimestre anterior o aumento havia sido de 2,8%.

Já na União Européia, o custo do trabalho por hora aumentou 4,1% no terceiro trimestre desse ano, maior do que a alta de 3,6% no trimestre anterior. Os salários e remunerações do bloco cresceram 4% e os demais componentes do indicador, 4,2%. No segundo trimestre, os salários tiveram alta de 3,6% na UE e os outros custos, 3,2%.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG