Tamanho do texto

Indicador do SindusCon tem alta de 0,49% desde o início do ano

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil registrou alta de 0,19% em março, no Estado de São Paulo, segundo pesquisa do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado foi impulsionado principalmente pelo aumento de 0,34% nos preços dos materiais de construção. Os custos com mão-de-obra, por sua vez, avançaram 0,07% em março. Já os preços administrativos, representados pelos salários dos engenheiros, ficaram estáveis.

O estudo revelou ainda que o CUB Representativo da construção civil paulista (R8-N) aumentou para R$ 859,52 por metro quadrado, no mês da análise. Vale notar que todos os insumos da indústria da construção englobados pela pesquisa registraram altas inferiores ao IGP-M, que desacelerou para 0,94% no mês passado.

O material que mais se aproximou deste índice foi a bacia sanitária branca, cujo preço subiu 0,93%. Outros insumos que se destacaram em termos de alta foram tubo de PVC rígido rosca água, com aceleração de 0,92%, e cerâmica esmaltada, com avanço de 0,92%.

A pesquisa nota ainda que, no acumulado do ano, o CUB registra alta de 0,49%, enquanto nos 12 meses terminados em março o índice soma 3,52%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.