Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cuba começa a arrendar propriedades após reforma de Raúl Castro

Por Marc Frank HAVANA (Reuters) - Cuba começou a arrendar terras para produtores privados, cooperativas e companhias estatais pela primeira vez em décadas, um avanço de uma das principais reformas econômicas do presidente Raúl Castro, informou a mídia oficial nesta semana.

Reuters |

A iniciativa não poderia ter surgido em um momento mais apropriado, disseram economista locais, já que o país enfrenta dificuldades com a falta de alimentos após a passagem dos furacões Ike e Gustav, que devastaram as safras no mês passado.

"Os primeiros lotes de terras desocupadas foram cedidos em Granma", segundo uma manchete publicada no Demajagua, jornal do partido comunista da província sudeste de Granma.

A reportagem foi a primeira menção em Cuba de que a terra está sendo distribuída desde que o plano foi anunciado em julho e as inscrições foram abertas em setembro. O jornal semanal afirmou que 33 lotes foram arrendados para produtores, cooperativas, pessoas físicas e outras entidades, totalizando 350 hectares (865 acres).

Ainda não houve nenhum anúncio, em nível nacional, de que as entregas começaram, e não está claro se o processo já foi iniciado em outras províncias.

Produtores na região central de Camaguey disseram à Reuters que foram avisados de que o arrendamento começará dentro de algumas semanas.

As entregas são a última de várias reformas implementadas por Castro na tentativa de tornar a economia estatal cubana mais produtiva desde que ele substituiu formalmente o irmão, Fidel Castro, como presidente, em fevereiro.

A maior parte da reforma de Raúl Castro é focada em agricultura, onde ele descentralizou as decisões, reduziu a burocracia e aumentou os preços para elevar a produção de alimentos da nação, que é dependente de importações.

Mais terras nas mãos de produtores privados, que têm sido mais produtivos do que os públicos, é a parte chave do plano do presidente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG