Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Companhia Siderúrgica Nacional divulgou no fim da noite de domingo que encerrou o quarto trimestre de 2008 com forte alta no lucro líquido, apoiada por venda de parte de sua unidade de minério de ferro Namisa para um consórcio nipo-coreano. A operação ajudou a compensar impacto de resultado financeiro líquido negativo de R$ 1,4 bilhão. A empresa computou no quarto trimestre ganho de R$ 4 bilhões com a venda de participação de 40% da produtora de minério de ferro Namisa ao consórcio siderúrgico Big Jump Energy, formado por Itochu, JFE Steel, Nippon Steel, Sumitomo Metal Industries, Kobe Steel, Nisshin Steel e Posco.

A companhia divulgou lucro líquido de R$ 3,94 bilhões no quarto trimestre do ano passado, contra resultado positivo de R$ 508 milhões registrado um ano antes.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) encerrou os últimos três meses de 2008 em R$ 1,52 bilhão, avançando sobre os R$ 1,27 bilhão de um ano antes. A margem no período cresceu de 42% para 45%.

Na comparação com terceiro trimestre, o Ebitda caiu quase um terço, 27%, pressionado pela acentuada queda na demanda.

O resultado financeiro da CSN fechou negativo em R$ 1,4 bilhão no quarto trimestre, impactado principalmente por perda de R$ 653 milhões em operação baseada na cotação dos ADRs da companhia.

A operação foi iniciada em 2003 e foi sendo sucessivamente renovada até setembro do ano passado, quando a crise dos mercados financeiros internacionais começou a gerar quedas acentuadas nos preços das ações de muitas companhias. Em 2008, a perda com essa operação, chamada de Total Return Equity Swap, somou R$ 1,3 bilhão.

A CSN fechou o quarto trimestre com produção de 1,135 milhão de toneladas de aço bruto, queda de 11% sobre igual período de 2007 e de 14% sobre os meses de julho a setembro.

Enquanto isso, as vendas em volume despencaram 36%, a 906 mil toneladas, contra o quarto trimestre de 2007 e 28% em relação ao terceiro trimestre de 2008.

Apesar disso, a empresa teve receita líquida 12% maior, a R$ 3,4 bilhões nos últimos três meses de 2008, mas na comparação com o terceiro trimestre, houve queda de 16%.

"O desempenho vigoroso do setor siderúrgico nos 10 primeiros meses de 2008 indicava que teríamos um crescimento acima de 9% em relação ao ano anterior (...) Todavia, a partir de novembro, a demanda caiu de forma abrupta", informou a CSN no balanço.

A produção de minério de ferro da mina Casa de Pedra subiu 25% em 2008 para 18,8 milhões de toneladas enquanto a produção da Namisa mais que dobrou, passando de 2,4 milhões para 5 milhões de toneladas. A CSN ainda adquiriu no ano passado 4,6 milhões de toneladas de terceiros, um aumento de 20,8% sobre 2007.

As vendas do minério nos últimos três meses do ano passado somaram 5 milhões de toneladas, excluindo o consumo próprio da CSN, e as exportações da commodity alcançaram 3,9 milhões de toneladas.

Leia mais sobre balanços

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.