Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CSN faz operação no mercado de derivativos apostando em alta de suas ações

SÃO PAULO - A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) vai renovar uma operação com base em derivativos pela qual aposta na alta das suas ações. Por meio da sua subsidiária CSN Madeira, a siderúrgica vai fazer um acordo de troca de rentabilidade (swap) com instituição financeira de primeira linha. A empresa possui uma operação similar atualmente, que vence no dia 31 de julho.

Valor Online |

A CSN se comprometerá a pagar a uma taxa de juros de Libor (taxa interbancária de Londres) mais um spread de 0,75% ao ano e em troca receberá a valorização das suas ações mais os dividendos distribuídos (retorno total que teria caso comprasse as ações).

A transação terá como referência para cálculo dos juros e da variação das ações 29,7 milhões de American Depositary Receipts (ADRs) da CSN negociados em Nova York. O negócio, portanto, envolve um valor nocional de cerca de US$ 1,1 bilhão de acordo com a cotação de hoje.

Este investimento financeiro reflete a percepção da administração da CSN quanto ao potencial de valorização das suas próprias ações, diz o comunicado da empresa.

A companhia ressalta, no entanto, que como em qualquer investimento financeiro, eventuais ganhos ou perdas decorrerão, entre outros motivos, da situação dos mercados financeiros e de capitais quando do vencimento da operação bem como do valor de mercado das ações ordinárias da CSN.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG