A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informa que estabeleceu o preço ontem para sua emissão, por meio de sua subsidiária integral CSN Resources, de bônus no valor de US$ 1 bilhão, com vencimento em julho de 2020 e cupom de 6,5% ao ano

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informa que estabeleceu o preço ontem para sua emissão, por meio de sua subsidiária integral CSN Resources, de bônus no valor de US$ 1 bilhão, com vencimento em julho de 2020 e cupom de 6,5% ao ano. Segundo comunicado da empresa, os bônus, que serão garantidos pela CSN, foram colocados a 99,096% do valor de face.

Os recursos serão destinados à extensão do perfil de endividamento do grupo e para destinações corporativas em geral. A operação é coordenada pelo Itaú, Morgan Stanley, HSBC, BB Securities e Santander. A emissão anterior feita pela empresa aconteceu em setembro do ano passado, quando a CSN vendeu US$ 750 milhões em bônus de 10 anos com yield de 6,78%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.