Ajuda à Espanha teria grande peso sobre Itália

Regate de 100 bilhões de euros para a Espanha cortaria 1,5% da economia da Itália, informou o ministro das Finanças italiano, Vittorio Grilli

Reuters |

Reuters

Um pedido de ajuda de 100 bilhões de euros pela Espanha aos seus parceiros da zona do euro cortaria 1,5% da economia da Itália, informou o ministro das Finanças italiano, Vittorio Grilli, nesta segunda-feira.

A Espanha, que já obteve uma linha de crédito nesse valor para o seu setor bancário, pode buscar um resgate soberano no mês que vem, afirmaram à Reuters autoridades da zona do euro no sábado.

Se isso acontecer, "a Itália carregaria o fardo do custo", afirmou Grilli em entrevista ao La Repubblica, apontando que a dívida pública da Itália já passou de 4 por cento como consequência da ajuda da União Europeia (UE) dada à Grécia, Irlanda e Portugal.

"Se a Espanha obter ajuda de não menos de 100 bilhões de euros, a fatia italiana será equivalente a outro 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB)."

A Itália precisou ser generosa em tais circunstâncias, mas também avalia cuidadosamente o impacto sobre suas finanças públicas.

Roma espera que Madri peça ajuda devido à piora do déficit espanhol e de sua crise bancária, informou o jornal.

A Espanha está considerando pedir um pacote de resgate, mas quer ter mais conhecimento das condições para tal e do escopo antes de solicitá-lo. Fazer isso acalmaria os mercados financeiros, afirmou na sexta-feira o primeiro-ministro italiano, Mario Monti.

A Espanha é o principal foco das preocupações sobre a crise da dívida da zona do euro, mas a Itália, com uma dívida pública enorme e a taxa média de crescimento mais lenta da UE, é vista como o próximo elo fraco.

Leia tudo sobre: NEGOCIOSMACROPACOTEESPANHA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG