Presidente da autoridade monetária da zona do euro, Mario Draghi, disse que é muito fácil pensar que o BCE pode substituir a ação dos governos, mas que isso não ocorrerá

AFP

O Banco Central Europeu (BCE) se absterá de recorrer à impressão de moeda para resolver a crise da dívida na Eurozona, afirmou nesta terça-feira o presidente da instituição, Mario Draghi.

"O BCE não pode se lançar no financiamento monetário (...). É muito fácil pensar que o BCE pode substituir a ação ou a inação dos governos (da Eurozona) imprimindo moeda. Isto não vai ocorrer", disse Draghi em uma sessão da Comissão de Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento Europeu em Bruxelas, transmitida pela internet.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.