Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise volta a derrubar Wall Street

A Bolsa de Nova York fechou em forte baixa nesta quarta-feira, afetada por novas demonstrações da gravidade da crise que abala os Estados Unidos: o Dow Jones perdeu 2,72% e o Nasdaq, 3,23%.

AFP |

O Dow Jones Industrial Average (DJIA) perdeu 245,40 pontos, fechando a 8.769,70 unidades, e o Nasdaq caiu 53,32 pontos, a 1.599,06 unidades, segundo os números definitivos do fechamento.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 recuou 3% (28,05 pontos), fechando em 906,65 pontos.

"A explicação desta queda é fácil de achar, diante de todas as notícias ruins que vieram, tanto no âmbito da situação econômica como nas empresas", comentou Art Hogan, da Jefferies.

"A situação pode ser descrita em três palavras: sombria, sombria e sombria", lamentou Hugh Johnson, presidente da empresa de gestão de ativos Johnson Illington Advisors.

"O mercado tinha dado sinais de solidez desde o fim de novembro, não é supreendente que os investidores estejam começando a realizar lucros, principalmente quando as notícias estão tão ruins", explicou o analista.

De acordo com o estudo mensal do gabinete ADP, o setor privado americano destruiu 693.000 empregos em dezembro, um número muito superior às previsões.

O número foi recebido com grande nervosismo, dois dias antes da publicação das temidas estatísticas oficiais do desemprego.

O gigante do alumínio Alcoa, cuja ação perdeu 10,15%, ficando em 10,89 dólares, anunciou a supressão de 13.500 empregos no mundo, o que corresponde a um corte de 13% de seus efetivos.

A Intel, primeiro fabricante mundial de microprocessadores, cuja ação caiu 6,12% e ficou em 14,41 dólares, abaixou novamente suas previsões de faturamento para o quarto trimestre.

O mercado das obrigações subiu. O rendimento do bônus do Tesouro para 10 anos recuou para 2,494%, contra 2,505% na terça-feira, e o para 30 anos caiu para 3,066%, contra 3,069% na véspera.

gmo/yw/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG