Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise vai reduzir ritmo de investimentos na área de tecnologia

SÃO PAULO - A consultoria Forrester Research acredita que a crise nos mercados financeiros vai reduzir o ritmo de expansão nos investimentos em tecnologia de 7% para, no máximo, 4% no ano que vem. Na opinião da consultoria, esses gastos deverão passar por uma longa e profunda recessão ao longo dos próximos dois ou três trimestres.

Valor Online |

Os gastos no final deste ano já deverão representar um crescimento muito pequeno ou mesmo neutro, o que deve ocorrer também no primeiro semestre do ano que vem, na avaliação do analista da empresa, Andrew Bartels.

Em setembro, a empresa já havia reduzido sua previsão de crescimento dos investimentos no setor para 2009, chegando ao patamar de 7%. Antes disso, ela esperava uma expansão de 9,4% nos gastos com tecnologia no ano que vem, e não indicava acreditar que a crise econômica teria impacto de curto prazo nesses investimentos.

Para os EUA, a Forrester prevê um ritmo de aumento nos gastos com tecnologia de apenas 2% a 3% no ano que vem. "Ainda mantemos nossa previsão de mau tempo no crescimento das compras de tecnologia nos EUA", disse o analista. "Nossas previsões assumem que a recessão já está em curso, mas acreditamos que os bancos e o governo deverão tomar medidas para evitar um desastre econômico", acrescentou.

Bartels também acredita que as atenções dos fabricantes e fornecedores de tecnologia têm que se concentrar agora nos EUA, já que países emergentes, especialmente do grupo dos BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), começam a dar sinais de enfraquecimento.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG