Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise leva Kawasaki a deixar mundial de motovelocidade

Tóquio, 9 jan (EFE).- A Kawasaki Heavy Industries, uma das principais fabricantes de motos do Japão, anunciou hoje que se retirará do mundial de motovelocidade MotoGP a partir deste ano devido à crise econômica global, segundo informou hoje a agência de notícias Kyodo.

EFE |

O efeito da crise financeira sobre a economia mundial levou a companhia a considerar cortes temporários de despesas para poder enfrentar a recessão, segundo a agência de notícias japonesa.

A Kawasaki, que participa do mundial desde 2003, registrou, além disso, resultados pouco satisfatórios durante as últimas competições.

Em edições anteriores, a Kawasaki chegou a ficar em segundo até em três corridas, no entanto em 2008 terminou no último lugar na classificação por equipes.

A retirada da competição representará para a Kawasaki uma economia de cerca de 4 bilhões de ienes anuais (US$ 44 milhões), segundo a "Kyodo".

As outras três grandes fabricantes de motos do Japão - Honda Motor, Yamaha Motor e Suzuki Motor - continuarão participando do mundial em 2009. EFE icr/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG