O gerente de Exploração e Produção da Petrobras, Pedro Barusco, admitiu nesta segunda-feira que a empresa poderá rever seu planejamento estratégico para o período 2009-2013, que deve ser divulgado no fim deste mês. Ele ressaltou, porém, que a crise financeira internacional é recente e que seus impactos sobre os projetos da companhia ainda não foram suficientemente avaliados.

O fato é que fomos surpreendidos em um momento de finalização e de divulgação do plano estratégico da companhia. Aí, vem essa mudança no cenário internacional. A Petrobras vai avaliar o assunto, mas ainda não temos nenhuma posição a respeito. É ainda muito recente para que se possa falar alguma coisa, disse Barusco.

Ele lamentou que a crise tenha surgido no momento em que a empresa estava fechando o planejamento estratégico, pois acha que a crise é muito maior do que todas as já vividas até agora. Segundo ele, isso torna difícil avaliar o impacto sobre os negócios da empresa. É difícil falar sobre o impacto da crise sobre o plano estratégico. Com certeza, vamos ter alguma consequência, algum ajuste, alguma correção de percurso, mas ainda é muito cedo para dizer, acrescentou. Barusco disse que o momento é de avaliar o novo cenário internacional.

Leia mais sobre Petrobras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.