Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise financeira obriga Chrysler a deixar de oferecer leasing

Washington, 25 jul (EFE).- O Grupo Chrysler anunciou hoje que deixará de oferecer o leasing (arrendamento financeiro com opção de compra) de veículos nos Estados Unidos perante a situação do mercado de créditos no país.

EFE |

A Chrysler (conglomerado formado pelas marcas Chrysler, Dodge e Jipe) oferece os serviços através de seu braço financeiro, Chrysler Financial. No Canadá, a Chrysler afirmou que manteria o leasing.

Durante uma entrevista coletiva concedida hoje, o vice-presidente do conselho de administração e presidente da Chrysler, Jim Press, disse que a opção de leasing se transformou em uma alternativa mais cara que comprar veículos, tanto para a empresa quanto para os consumidores.

Press afirmou que, atualmente, "as vantagens dos aluguéis realmente desapareceram".

Hoje em dia, as taxas de juros dos empréstimos de leasing subiram. Ao mesmo tempo, o valor residual dos veículos financiados desta forma diminuiu.

Por último, o mercado de créditos está afetado pela falta de liquidez, o que faz com que as empresas de financiamento tenham dificuldades para encontrar fundos.

No entanto, Press acrescentou que os concessionários da Chrysler seguirão oferecendo leasing de outras companhias financeiras.

Em troca, a Chrysler estenderá sua oferta de financiamento sem juros por 72 meses a pickups e 4x4, os mais afetados pela crise de vendas vivida no mercado americano.

Cerca de 20% dos veículos que a Chrysler vende nos Estados Unidos são financiados por meio de leasing. EFE crd/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG