New York Sun - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise fecha as portas do jornal New York Sun

O jornal conservador The New York Sun, lançado há pouco mais de seis anos com a pretensão de se tornar o grande rival do The New York Times, circulou ontem pela última vez. O jornal não resistiu aos prejuízos que vinha acumulando nos últimos tempos, e que se agravaram com a crise financeira que afeta Wall Street.

Agência Estado |

Segundo os diretores do Sun, estava cada vez mais difícil encontrar apoio financeiro nesta época de crise. "Este mês, para não falar esta semana, foi um dos piores do século para tentar encontrar uma injeção de capital e, no final, não tínhamos nem dinheiro nem tempo", explicou o diretor Seth Lipsky aos funcionários do periódico, em seu discurso de despedida.

O último número do jornal foi publicado exatamente um dia depois de a Bolsa de Nova York ter sofrido a maior queda em pontos de sua história (777,68 pontos) e sua maior baixa porcentual desde os atentados de 11 de setembro (6,98%). Além disso, na segunda-feira a Câmara de Representantes dos Estados Unidos rejeitou o plano de resgate financeiro elaborado por Washington.

O prefeito da cidade de Nova York, Michael Bloomberg, lamentou o fechamento do jornal, de cujas reportagens disse que eram "inteligentes, reflexivas, provocativas e, em algumas ocasiões, inclusive corajosas. Em uma cidade saturada pela cobertura de notícias e opiniões, o Sun brilhou intensamente, embora por pouco tempo", disse Bloomberg.

O primeiro número do jornal saiu nas bancas em 16 de abril de 2002 custando US$ 0,50. Desde seu lançamento e apesar da baixa circulação, o jornal conseguiu se transformar em um influente veículo de comunicação na cidade de Nova York pela cobertura que oferecia da política local e das seções cultural e esportiva.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG