O governo da China suspendeu as compras de aviões estrangeiros para 2009 com o objetivo de reduzir os gastos das companhias aéreas, que enfrentam graves dificuldades financeiras.

Em um comunicado publicado na internet, a Administração da Aviação Civil (CAAC) estimula as empresas a cancelar ou adiar a entrega de aviões previstos para o próximo ano, informa o jornal China Daily.

A CAAC destaca que o "impacto negativo da crise econômica mundial no desenvolvimento das companhias chinesas se agravou no segundo semestre" de 2008, reduzindo o tráfego de passageiros e frete.

Nem Airbus nem Boeing informaram qual será o impacto da decisão da China. Ambas afirmaram que precisam verificar ainda o número de aeronaves envolvidas.

As grandes companhias chinesas passam por dificuldades, ampliadas pelos prejuízos vinculados a contratos de cobertura para o combustível.

jg/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.