Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise econômica faz nova-iorquinos saírem menos para comer fora

Nova York, 7 out (EFE).- Os nova-iorquinos estão saindo menos para comer ou jantar fora por causa da crise econômica, diz uma pesquisa realizada pelo guia de restaurantes e viagens Zagat e divulgada hoje.

EFE |

Segundo a pesquisa, 38% dos nova-iorquinos afirmam que comem com menos freqüência em restaurantes por causa da crise, o mesmo número que opta por fazer isto em locais mais baratos que antes, enquanto 35% prestam mais atenção aos preços do cardápio, 21% não pedem entradas ou sobremesas e 19% consomem menos álcool.

A pesquisa também constatou que o número de novos restaurantes abertos em Nova York caiu no ano passado pela primeira vez desde 2003, ao passar de 163 para 119, e que 88 estabelecimentos fecharam suas portas.

"Os restaurantes estão sentindo o efeito da crise econômica", declarou o executivo-chefe dos guias "Zagat", Tim Zagat.

"Em um prazo longo, (os restaurantes) vão enfrentar bem as dificuldades, como fizeram após a segunda-feira negra de 1987", um dos piores dias da história da Bolsa de Nova York, no qual o índice Dow Jones fechou em baixa de 22,6%, "e dos atentados terroristas de 11 de Setembro de 2001", acrescentou Zagat.

Embora preveja "tempos duros" para o setor, ele afirmou que "Nova York provavelmente seguirá sendo a cidade líder mundial em restaurantes". EFE bj/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG