Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise e preço do petróleo levam Petrobras a postergar projetos

RIO - A crise financeira e a queda dos preços do barril de petróleo levaram a Petrobras a ajustar alguns projetos na área de Exploração e Produção. De acordo com o gerente-geral de novos negócios de E & P da companhia, José Jorge de Moraes Júnior, serão postergados projetos de antecipação de produção e de aumento de produção em campos maduros.

Valor Online |

Estão excluídos destes ajustes os projetos de desenvolvimento dos campos do pré-sal.

"Estes ajustes são necessários e vão acontecer. Serão divulgados no nosso planejamento estratégico", ressaltou Moraes Júnior, que participou hoje do XII Congresso Brasileiro de Energia, no Rio de Janeiro.

O executivo destacou que o adiamento desses projetos não vai interferir nas metas de produção de 2009 e 2010. Segundo ele, o impacto poderia ser maior no período 2012-2013, mas a expectativa é de que, até lá, os preços do petróleo já tenham se recuperado, viabilizando de novo a antecipação em alguns campos e o aumento de produção em áreas maduras.

Moraes Júnior revelou ainda que a licitação das 28 sondas do programa lançado pela Petrobras este ano - as 12 primeiras já foram encomendadas para empresas de fora do Brasil - não será feita este ano. Em relação ao pré-sal, o executivo frisou que no ano que vem a empresa vai voltar a realizar perfurações em Tupi, Iara, Júpiter e Azulão (antigo Ogum). A expectativa de Moraes Júnior é de que a estatal esteja produzindo cerca de 1 milhão de barris no pré-sal da Bacia de Santos em 2015.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG