O diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, considerou nesta quarta-feira que a crise financeira não terminou e que o congelamento do crédito, apesar de não ser tão difícil como nos últimos meses, continua impedindo o bom funcionamento do sistema financeiro.

"O congelamento do crédito não é tão difícil como temsido, mas o pouco de circulação (de crédito) não é suficiente para que o sistema funcione bem", indicou o chefe do Fundo Monetário Internacional.

"O mercado interbancário não se recuperou, estamos muito longe disso", acresentou.

ved/but/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.