Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise causará corte de 165 mil empregos em N.York, diz controlador

Nova York, 15 out (EFE) - A crise financeira causará a redução de cerca de 165 mil postos de trabalho em Nova York nos próximos dois anos, quase o dobro do previsto em julho, afirmou hoje o controlador (fiscal de contas) da cidade, William Thompson.

EFE |

"O que ocorreu nas últimas semanas fazem pressagiar um clima econômico muito mais difícil para a cidade no futuro próximo", assegurou Thompson em artigo publicado hoje no site de seu departamento.

"Nossa previsão antecipa que nada menos que 165 mil empregos do setor privado serão perdidos na economia da cidade durante os próximos 24 meses, frente aos 85 mil previstos em julho", reconheceu o controlador nova-iorquino.

Deles, pelo menos 35 mil empregos pertencerão ao setor dos serviços financeiros, um número que, em julho, foi de 25 mil postos de trabalho.

Além disso, a crise financeira fará com que a cidade receba por impostos, neste ano fiscal, US$ 2,4 bilhões menos que no exercício anterior, o que representa 6,2% do total, segundo os cálculos mais recentes feitos a respeito, que datam de julho, mas serão revisados em novembro.

Em 2007, os serviços financeiros representaram 25% dos salários pagos na cidade, o dobro de 12 anos atrás. EFE mgl/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG