Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crise americana e inflação podem ter impacto no PIB brasileiro de 2009, admite Coutinho

RIO - A crise americana e a alta mundial da inflação devem ter impacto no Produto Interno Bruto (PIB) em 2009, segundo o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. Para o executivo, em caso de forte desaquecimento econômico dos Estados Unidos e com grande impacto sobre a Ásia, o crescimento brasileiro pode cair para até 4% no ano que vem.

Valor Online |

"Uma projeção seria uma bola de cristal, porque ainda não sabemos qual o impacto da crise sobre o crescimento americano e como essa crise vai rebater na Ásia. Se o desaquecimento for forte, o PIB pode baixar para cerca de 4% já em 2009", frisou Coutinho, que participou hoje do workshop 'Os desafios para a indústria nacional frente às demandas do setor de petróleo e gás', na sede do banco, no Rio de Janeiro.

O executivo ressaltou que, caso o desaquecimento americano seja mais brando, a taxa de crescimento brasileira poderá ficar entre 4,5% e 5% no ano que vem. Para este ano, o superintendente da área de pesquisa econômica do BNDES, Ernani Teixeira Torres, explicou que ainda não há dados para revisão da previsão de crescimento do PIB, que se mantém em 5,5%.

"A aceleração da inflação no mundo todo foi muito rápida. Haverá impacto no crescimento este ano, mas a maior parte deve ficar para 2009", disse Torres.

Luciano Coutinho revelou também que o BNDES deve participar com R$ 7,5 bilhões em financiamentos de apoio à safra 2008/2009. Deste total, a maior parte, cerca de R$ 6,5 bilhões, deve ser destinada para a agricultura comercial e o restante para a agricultura familiar. Atualmente, segundo o executivo, a carteira agrícola do banco gira em torno de R$ 20 bilhões.

"Somos pequenos, se comparados ao grande financiador do mercado agrícola no país, o Banco do Brasil, que deve ter metade do total destinado ao setor", frisa Coutinho, acrescentando que o financiamento para insumos e máquinas agrícolas deve representar na safra 2008/2009 cerca de 10% do total destinado ao setor no país.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia mais sobre BNDES - inflação

Leia tudo sobre: bndesinflação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG