Brasília, 12 - Os criadores de suínos defendem o fim da cobrança adicional de 2,3% de Funrural no abate de animais. Eles alegam que o fundo, destinado à previdência social no meio rural e fixado nos mesmos 2,3%, já é cobrado na compra de animais.

A reivindicação foi apresentada hoje aos ministros da Previdência, José Pimentel, e da Agricultura, Reinhold Stephanes, segundo assessoria de imprensa de imprensa da Frente Parlamentar da Agropecuária.

Na opinião do presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos, Wolmir de Souza, a proposta mais justa seria cobrar sobre todos os animais, mas somente no abate. "Assim evitaríamos a bitributação e a sonegação fiscal", disse. Wolmir calcula que, em Santa Catarina, a arrecadação do tributo vai ter um aumento de cerca de 23 milhões de reais por mês", explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.