Foram geradas 162 mil vagas nos Estados Unidos em março

A economia norte-americana criou em março o maior número de vagas de trabalho em três anos, embora quase um terço delas represente empregos temporários para o Censo 2010 nos Estados Unidos. O Departamento de Trabalho informou nesta sexta-feira que foram criadas 162 mil vagas em março, o maior ganho registrado desde março de 2007.

Além disso, foi a segunda vez, em 27 meses, que houve a criação de postos de trabalho nos EUA. O número, porém, ficou abaixo das expectativas dos economistas ouvidos pela Dow Jones, que esperavam criação de 200 mil vagas. Apenas o Censo de 2010 foi responsável pela criação de 48 mil vagas em março.

O número de fevereiro foi revisado para corte de 14 mil vagas, em relação à redução de 36 mil vagas estimada anteriormente.

A economia dos EUA gerou uma média de 54 mil empregos por mês no primeiro trimestre. Porém, a pior recessão enfrentada pelos EUA em quase 80 anos levou à eliminação de aproximadamente 8,5 milhões de vagas de trabalho no país desde dezembro de 2007.

A taxa de desemprego nos EUA em março ficou estável, em 9,7%, de acordo com a expectativa dos economistas. O rendimento médio por hora trabalhada nos EUA caiu 0,1% em março, para US$ 18,90. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.