Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crescimento do PIB sai de 5,6% em 2008 para 3,2% em 2009, projeta BC

BRASÍLIA - O Banco Central (BC) projeta em 3,2% a expansão real do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009 perante este ano. Para 2008, a estimativa para o crescimento da economia brasileira foi elevada de 5% a 5,6%.

Valor Online |

 

As informações fazem parte do Relatório Trimestral de Inflação para dezembro divulgado nesta segunda-feira.

A agropecuária deve crescer 6,7% este ano, superando em 1,2 ponto percentual a estimativa feita no relatório de setembro. Em 2009, deve avançar apenas 0,2%. A indústria também deve perder o vigor, mas ainda terá o melhor desempenho entre os demais setores, saindo de 5,4% este ano para 3,6% no exercício seguinte.

No Relatório, o BC chama a atenção para o fato de que o aumento da produção industrial em 2009 será "sustentado pelo dinamismo das indústrias extrativa mineral, 5,2%; e da construção civil, 4,3%, esta beneficiada pelas novas linhas de financiamento imobiliário e pelos investimentos, principalmente governamentais, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)".

O setor de serviços deve subir 5% este ano e ter ampliação de 3,1% em 2009, enquanto a arrecadação de impostos sobre produtos deverá partir de um aumento de 7,8% para um acréscimo de 3,9%.

Para 2008, a demanda doméstica contribuirá com 7,9 pontos percentuais para a taxa de expansão anual do PIB, acima da estimativa anterior, de 7,2 pontos.

"A projeção para o crescimento do PIB em 2009 atinge 3,2%, desempenho que deverá ser sustentado, pelo quarto ano consecutivo, exclusivamente pela demanda interna. A projeção para a expansão anual do PIB considera a ocorrência de desempenho favorável em todos os setores da economia, mas em cenário de desaceleração generalizada, em relação a 2008 e 2007, nas respectivas taxas de crescimento", destacou o BC.

Por efeito da crise financeira e da recessão em economias avançadas, o BC prevê que o setor externo terá contribuição negativa para o PIB de 2008 em 2,3 pontos percentuais. Para o exercício seguinte, já contando com a redução do fluxo de comércio exterior, a expectativa é de contribuição negativa de 0,5 ponto percentual do setor externo.

Leia mais sobre PIB

Leia tudo sobre: pib

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG