SÃO PAULO - O mercado de trabalho dos Estados Unidos voltou a dar sinais de fraqueza. O número de norte-americanos que foram em busca de seguro-desemprego aumentou em 31 mil na semana passada, totalizando 473 mil.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561149266&_c_=MiGComponente_C

As previsões oscilavam em torno de 450 mil pedidos.

Já na média de quatro semanas, medida considerada menos volátil, foi registrada uma queda de 1,5 mil requisições, para 467.500.

Os dados do Departamento de Trabalho também mostram que o número de americanos que segue recebendo o benefício permaneceu estável na semana encerrada dia 6 de fevereiro, em 4,56 milhões.

Leia mais sobre: EUA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.