A piora da crise financeira internacional secou ainda mais o crédito para os exportadores no Brasil. Dados do Banco Central (BC) mostram que a média diária na concessão de financiamentos para o setor, na semana passada, caiu 53,9% na comparação com o resultado do restante de setembro.

Entre 29 de setembro e 3 de outubro, exportadores conseguiram, na média, crédito diário de US$ 116,8 milhões nos chamados Adiantamentos de Contrato de Câmbio (ACC). O valor é menos da metade da média diária de US$ 253,5 milhões entre 1º e 26 de setembro, período que já havia sofrido com a piora do cenário após a derrocada do Lehman Brothers.

Segundo os dados do BC, o dia mais crítico foi 1º de outubro, quando apenas US$ 61 milhões em novos contratos de crédito foram fechados no sistema financeiro brasileiro. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.