O volume de financiamentos imobiliários com recursos da poupança cresceu 8,1% em agosto, na comparação com julho, para R$ 3,182 bilhões, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Este é o melhor desempenho mensal de 2009.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577150403&_c_=MiGComponente_C

Na comparação com igual mês de 2008, no entanto, houve uma queda de 8,6%. De acordo com a entidade, na história do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), somente nos meses de junho, julho e agosto de 2008 havia sido superada a marca de R$ 3 bilhões em financiamentos.

Os resultados de agosto confirmam os prognósticos de que o volume de contratações de 2009 deverá repetir os níveis de 2008, que constituíram o recorde do SBPE, superando os R$ 30 bilhões anuais. "Evidenciou-se, ainda, o vigor da demanda de crédito imobiliário e a resposta positiva oferecida pelos agentes financeiros do SBPE à demanda de mutuários e construtores", avaliou a entidade.

No acumulado de 2009, o montante de empréstimos totalizou R$ 19,57 bilhões, apenas 1,46% inferior ao do mesmo período do ano passado, de R$ 19,86 bilhões. A Abecip destaca ainda que, se analisado o critério de famílias atendidas, o mês de agosto se destacou, com 29.641 unidades financiadas - o melhor resultado desde agosto de 2008. No que diz respeito à captação de recursos por intermédio das contas de poupança, a diferença entre depósitos e saques foi positiva em R$ 1,51 bilhão.

Leia mais sobre crédito imobiliário

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.