Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crédito habitacional deve crescer 20% em 2009, diz CEF

A Caixa Econômica Federal (CEF) prevê um crescimento de 20% no crédito habitacional no País em 2009 em relação aos cerca de R$ 23 bilhões previstos para este ano. Até sexta-feira passada, o banco concedeu R$ 22 bilhões, e os números referentes ao ano inteiro ainda não foram fechados.

Agência Estado |

Em 2007, o montante concedido para habitação foi de cerca de R$ 15 bilhões, segundo o superintendente regional da CEF em São Paulo, Augusto Bandeira Vargas.

Em São Paulo, a expectativa também é de que o crédito habitacional cresça, no mínimo, 20% no ano que vem, a partir dos R$ 6,5 bilhões concedidos em 2008. Em 2007, o banco aplicou R$ 5,5 bilhões no setor do Estado.

Segundo Vargas, o crescimento nesta área será sustentado pelo elevado déficit habitacional do Brasil, que supera 7 milhões de moradias. "Mesmo com a crise internacional, as empresas do setor de construção civil não esperam desaquecimento em 2009, em princípio", disse, em coletiva de imprensa realizada hoje.

Ele afirmou que mais de 70% dos financiamentos habitacionais concedidos pela CEF são voltadas para a população de baixa renda, que continua a demandar moradia. Vargas destacou que muitas pessoas que não possuem imóveis pagam um valor mensal de aluguel mais alto do que pagariam em um financiamento, o que estimula a compra de imóveis. Segundo o executivo, a inadimplência neste segmento é baixa, por volta de 4%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG