Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crédito dobra na China após medidas contra a crise

Pequim, 12 fev (EFE).- A concessão de créditos bancários na China chegou em janeiro a 1,62 trilhões de iuanes (US$ 237,19 bilhões), em um aumento anualizado de 103,6%, devido à política do Governo de liberar os empréstimos para enfrentar a crise econômica, em dados divulgados hoje pelo Banco Popular da China (banco central).

EFE |

Os novos créditos destinados às famílias mais do que dobraram de dezembro a janeiro, passando de 57 bilhões de iuanes (US$ 8,34 bilhões) para 121 bilhões de iuanes (US$ 17,703 bilhões).

Segundo a financeira Merrill Lynch, o salto entre dezembro e janeiro indica um rápido aumento dos créditos familiares em curto prazo, boa parte deles com o objetivo de abrir negócios.

Já os novos créditos em médio e longo prazos, mais relevantes para medir o investimento em ativos fixos, também saltaram para mais do que o dobro, de dezembro a janeiro.

Eles passaram de 243 bilhões de iuanes (US$ 35,55 bilhões) para 523 bilhões de iuanes (US$ 76,515 nilhões) neste período.

A Merrill Lynch avalia que 92,5% dos novos créditos concedidos em janeiro foram destinados ao setor empresarial. EFE mz/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG