Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crédito de custeio de café é ampliado para R$ 507 mi

São Paulo, 9 - O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) foi autorizado nesta semana a remanejar recursos da linha de financiamento de estocagem para a de custeio no valor de R$ 213 milhões. Desse modo, a linha de custeio, que contava com R$ 294 milhões já repassados aos agentes financeiros, foi elevada para R$ 507 milhões.

Agência Estado |

Foram redistribuídos R$ 80,6 milhões para o Banco do Brasil, R$ 11 milhões para o Rabobank, R$ 46,4 milhões para a Crediminas, R$ 5 milhões para a Credivar e R$ 70 milhões para o Bancoob.

De acordo com o diretor substituto do Departamento do Café, Thiago Masson, do Ministério da Agricultura, o remanejamento atende solicitação dessas instituições financeiras, que apresentavam saldo não aplicado em operação de estocagem. Masson acrescenta que a medida de conversão está amparada pelo artigo 2º da Portaria 1.180-A, de 4 de dezembro de 2008. Ele ressalta que os recursos de custeio têm por objetivo financiar a aquisição de insumos destinados aos tratos culturais das lavouras cafeeiras. As informações são da assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG