O crédito ao consumo nos Estados Unidos voltou a fechar no negativo em dezembro: 3,1% em ritmo anual, fato que não acontecia há 27 anos, segundo cifras corrigidas por variações sazonais publicadas nesta sexta-feira pelo Fed, o banco central americano.

Já as vendas das redes de lojas nos Estados Unidos caíram pelo quarto mês consecutivo em janeiro, em relação ao mesmo mês do ano passado, com uma contração de 1,6%, anunciou na quinta-feira o Conselho Internacional de Centros Comerciais (ICSC).

O ICSC estimou que a cifra é "levemente melhor que o esperado", mas igualmente "fraca".

Em novembro, as vendas em projeção anual haviam atingido seu nível mais baixo (-2,7%), antes de se estabilizar em dezembro (-2,0%).

Os pedidos de bens duráveis também caíram 2,6% em dezembro nos Estados Unidos, pelo quinto mês consecutivo, segundo dados corrigidos por variações sazonais publicados pelo departamento de Comércio.

Esta queda foi maior que a prevista, de 2,0%, pelos analistas.

No acumulado de 2008, estes pedidos caíram 5,7%, a maior baixa desde 2001.

mj/fga/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.