Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Crédito ao consumidor caiu em agosto nos EUA, pela primeira vez desde 1998

Os créditos ao consumidor nos Estados Unidos caíram 3,7% em agosto (em ritmo anual), registrando sua primeira queda desde janeiro de 1998, anunciou nesta terça-feira o Federal Reserve.

AFP |

Esse percentual corresponde a uma queda estimada em 7,9 bilhões de dólares, enquanto que os analistas esperavam um aumento de 5 bilhões.

Esse cenário é particularmente preocupante para as perspectivas de crescimento americano, já que o consumo e, principalmente, o empréstimo são tradicionalmente os motores da economia dos Estados Unidos.

O valor total dos créditos atingiu 2,577,3 trilhões de dólares em agosto, contra 2,585,2 trilhões no mês anterior.

Os créditos não-renováveis, como os créditos para a compra de automóveis e aqueles que não são garantidos por ativos imobiliários, registraram a queda mais forte, caindo 5,4% (em ritmo anual), a 1,608,3 trilhão de dólares.

Os créditos renováveis, principalmente para cartões de crédito, recuaram 0,8% (em ritmo anual) a 969 bilhões de dólares.

Os números de julho foram revisados para cima, para registrar uma progressão de 2,4%, contra os 2,1% anunciados inicialmente.

hh/dm/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG