Tamanho do texto

Genebra, 16 out (EFE).- O Credit Suisse, segundo maior banco da Suíça, disse hoje que prevê perdas de aproximadamente 1,3 bilhão de francos (cerca de 800 milhões de euros) no terceiro trimestre.

Coincidindo com o anúncio de que o Banco Nacional da Suíça (BNS) ajudará o UBS, maior instituição financeira do país, o Credit Suisse informou também hoje sobre um acordo com a Comissão Federal de Bancos para ajustar seus objetivos de capitalização e exigências em termos de endividamento.

O banco informou que, no marco deste acordo, elevará em 10 bilhões de francos (cerca de 6,2 bilhões de euros) suas receitas próprias.

Em relação a seus resultados financeiros, o Credit Suisse informou que, no terceiro trimestre, o setor privado registrou uma forte entrada de ativos, tanto na área de gestão de fortunas quanto na de gestão institucional.

Por outro lado, o setor de investimento - afetado diretamente pela crise das "subprime" originada nos Estados Unidos - registrou perdas aproximadas de 3,2 bilhões de francos sem contar impostos, o que reflete depreciações líquidas de aproximadamente 2,4 bilhões de francos. EFE is/fh/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.