As operações de crédito destinadas à aquisição de veículos totalizaram R$ 160,2 bilhões em fevereiro, valor 10,9% superior ao registrado em igual mês do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef). A cifra representa ainda 33,5% do total do crédito a pessoas físicas em todo sistema financeiro.

As operações de crédito destinadas à aquisição de veículos totalizaram R$ 160,2 bilhões em fevereiro, valor 10,9% superior ao registrado em igual mês do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef). A cifra representa ainda 33,5% do total do crédito a pessoas físicas em todo sistema financeiro.<p><p>"No financiamento automotivo estamos seguindo a tendência do mercado e temos a expectativa de atingir um crescimento entre 10% e 15% este ano, encerrando 2010 com saldo das carteiras de leasing e CDC num patamar entre R$ 173 bilhões e R$ 180 bilhões", afirmou, em nota, o presidente da Anef, Luiz Montenegro.<p><p>Do total da carteira, R$ 97,8 bilhões correspondem às operações de Crédito Direto ao Consumidor (CDC), que cresceram 20% em relação ao mês de fevereiro de 2009. Na mesma base de comparação, o financiamento via leasing apresentou uma leve retração de 0,8%, chegando a R$ 62,4 bilhões.<p><p>O prazo dos financiamentos continua a mostrar sinais de alongamento. Em fevereiro, o prazo médio estava em 43 meses, ante os 42 meses registrados em janeiro e os 40 meses do início do ano passado. Já o prazo máximo dos planos ofertados chega a 80 meses, ante 60 meses de igual mês de 2009.<p><p>O acirramento da crise financeira internacional, em setembro de 2008, levou os bancos e financeiras a reduzirem os prazos máximos dos contratos. O número de prestações voltou a subir no final do primeiro semestre do ano passado e já se aproxima do praticado em 2007, quando atingiu o pico de 84 meses.<p><p>Em relação aos juros cobrados nesses financiamentos, a Anef registrou que a taxa média em fevereiro ficou em 1,40% ao mês (18,16% ao ano), ante 1,70% de fevereiro do ano passado. A inadimplência no CDC (atrasos acima de 90 dias) ficou no mês passado em 4,2%, um recuo de 0,7 ponto porcentual na comparação com fevereiro de 2009.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.