Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CPI dos Grampos ouve hoje diretor-geral adjunto afastado da Abin

BRASÍLIA - A CPI das Escutas Telefônicas Clandestinas da Câmara dos Deputados tem previsto para esta tarde ouvir o diretor-geral adjunto afastado da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), José Nilton Campana, sobre a denúncia de grampo dos telefones do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. A convocação de Campana foi proposta pelo presidente da comissão, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ).

Valor Online |

Em razão da denúncia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afastou o diretor-geral da Abin, Paulo Lacerda, e o diretor de contra-espionagem, Paulo Maurício, além de Campana. Eles ficarão afastados durante investigação aberta pela Polícia Federal.

Ontem, em depoimento na comissão, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Felix, a quem a Abin está subordinada, negou que a agência tenha grampeado o telefone de Jobim. Ele não descartou, entretanto, a hipótese de que integrantes da agência tenham feito as escutas clandestinas por conta própria.

O depoimento está marcado para as 14h30, no plenário 11.

(Agência Câmara)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG