Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Coutinho nega ter falado em desembolsos de R$ 120 bi

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, negou hoje que tenha mencionado a intenção de aumentar os desembolsos da instituição este ano para R$ 120 bilhões durante a reunião do Conselho de Administração da instituição. A informação de que o banco queria ampliar os desembolsos deste ano de R$ 80 bilhões para R$ 120 bilhões foi dada hoje pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que integra o Conselho do banco.

Agência Estado |

"Em nenhum momento falei em R$ 120 bilhões de desembolsos para este ano. Talvez ele tenha confundido as previsões de aprovação com desembolso. O volume de aprovações previsto para este ano é de R$ 120 bilhões", disse Coutinho. As aprovações de financiamento pela instituição costumam incluir cronogramas para liberações a serem feitas em mais de um ano. Segundo Coutinho, ele não fez uma previsão específica para o volume de desembolsos do banco. "A demanda está forte e a probabilidade de que a gente ultrapasse R$ 80 bilhões é real, mas se tiver funding. Depende de tratativas que estamos tendo", afirmou. "Mas nossa preocupação não é com 2008, é com 2009 e 2010."

Coutinho confirmou a informação de que em sua apresentação ao Conselho dava um cardápio de fontes possíveis incluindo o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o fundo de investimento do FGTS, debêntures e captação externa, além do Tesouro Nacional. "Estamos com dificuldades conjunturais, mas nossas expectativas são de que se abram janelas de oportunidade tanto para debêntures quanto para captação externa", afirmou.

Ele disse achar possível que essa janela de oportunidade apareça no mês que vem ou no próximo. Coutinho tem ainda a expectativa de obter recursos adicionais do FAT este ano porque "o FAT vai bem". Nesse caso, porém, afirmou: "Isso tem que perguntar ao ministro porque depende de decisão do Conselho Curador do FAT".

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG