Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Costa: ainda é possível reduzir conversor de TV digital

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, acredita que ainda é possível baratear os conversores de TV digital por meio da isenção de impostos. De acordo com ele, 21 Estados já assinaram a proposta de redução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre o preço do aparelho, mas o tema ainda precisa ser aprovado por unanimidade por todos os 27 governadores do País no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Agência Estado |

"Quando isso acontecer, nós podemos ter uma diferença de 33% no preço do conversor, que hoje está em R$ 199 para o mais simples e em R$ 299 para o mais sofisticado", afirmou hoje o ministro a jornalistas, durante lançamento do conversor de TV digital da Proview, em Belo Horizonte.

Costa afirmou ainda que o ministério tenta negociar junto ao governo federal a desoneração de impostos da União, principalmente o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). "Não vejo grandes dificuldades de nós tirarmos também o PIS/Cofins, pelo menos por algum tempo."

O ministro espera que até dezembro deste ano o custo dos conversores fique entre R$ 130 e R$ 150. De qualquer forma, ele enfatizou que os bancos oficiais - Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal - já disponibilizam financiamento para compra do aparelho, com prestações mensais de R$ 10.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG