Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Corte de 159 mil vagas nos EUA atingiu diversos setores

A perspectiva para a economia norte-americana piorou um pouco mais em setembro, quando as companhias promoveram o maior enxugamento em seus quadros de funcionários em mais de cinco anos. Segundo o Departamento do Trabalho, os cortes das 159 mil vagas de trabalho em setembro aconteceram em vários setores, incluindo o de manufatura, de construção e muitos segmentos do setor de serviços.

Redação com agências |

Acordo Ortográfico A taxa de desemprego permaneceu em 6,1% no período, percentual idêntico àquele verificado em agosto. O Departamento do Trabalho americano reportou que prosseguiram os cortes de pessoal na construção, no setor manufatureiro e no comércio varejista.

O setor de serviços norte-americano cortou 82 mil vagas de trabalho em setembro, o maior corte em cinco anos, concentrados em segmentos de trabalho intensivo.

Em compensação, as áreas de mineração e cuidados com saúde seguiram ampliando seu quadro de funcionários. O setor de manufatura cortou 51 mil vagas e o setor de construção reduziu a oferta de empregos em 35 mil.

Embora a pesquisa tenha sido realizada durante o período em que o furacão Ike atingiu o Texas, "acreditamos que a tempestade não teve impacto substancial nos dados coletados", disse o Departamento do Trabalho. Em 2008, a economia dos EUA perdeu 760 mil vagas.

(Com Valor Online e Agência Estado)

Leia mais sobre desemprego nos EUA

Leia tudo sobre: desemprego nos eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG