Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Correção da safrinha de milho pela Conab se deve à revisão no MT

São Paulo, 07 - O ajuste na estimativa da segunda safra de milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que elevou hoje a produção de 17,612 milhões para 18,391 milhões de toneladas, deve-se ao Mato Grosso. No levantamento passado, a estimativa de produção para o Estado era de 6,46 milhões de toneladas.

Agência Estado |

Agora, a Conab projeta a safrinha mato-grossense em 7,138 milhões de toneladas. "A Conab está acompanhando nossa projeção", diz Seneri Paludo, superintendente do Instituto Mato-Grossense de Economia Agrícola (Imea), da Federação de Agricultura do Estado (Famato). O Imea estima a produção de milho em 7,2 milhões de toneladas.

Já a produção do Paraná praticamente não sofreu alterações neste último levantamento. A produção é estimada pela Conab em 5,5 milhões de toneladas, mesmo volume projetado pelo Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Agricultura do Estado. Na estimativa de julho, a Conab calculou a produção do Paraná em 5,489 milhões de toneladas.

"Esta projeção está sendo mantida nos últimos dois meses e já leva em conta a perda de 1,3 milhão de toneladas de milho por causa das geadas em junho", diz Margoreth Demarchi, analista do Deral. Mato Grosso e Paraná são os maiores produtores de milho safrinha, respondendo juntos por 70% da produção nacional.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG