Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Correção: Camex reduz tarifa antidumping de glifosato da China

A nota enviada anteriormente contém um erro. Diferente do publicado, a informação correta é de redução da tarifa antidumping, e não de redução da TEC.

Agência Estado |

Segue o texto corrigido.

Brasília, 03 - A Câmara de Comércio Exterior (Camex) reduziu hoje de 11,7% para 2,9% a tarifa antidumping aplicada ao glifosato importado da China, matéria-prima utilizada na produção de defensivos agrícolas. A sobretaxa já havia sido reduzida no início do ano a pedido dos produtores rurais. Agora, o Ministério do Desenvolvimento analisa uma denúncia de dumping da empresa Monsanto. O período de investigação se encerra em 12 de fevereiro de 2009. Ao final desse prazo, a Camex pode manter ou alterar a alíquota da tarifa antidumping.

O secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Welber Barral, explicou que a revisão ocorreu em função de mudanças de critério no cálculo. "Revimos a base", informou. Segundo Barral, o governo brasileiro, ao definir a tarifa anteriormente vigente, usou como parâmetro o mercado argentino. Porém, na ocasião, não foi considerado que os valores das importações argentinas já incluíam o custo com o transporte da carga, frete e seguro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG