Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Correção: Bolsas de NY abrem em alta

A nota enviada anteriormente informou de forma errada no terceiro parágrafo que a SEC anunciou ontem à noite que ampliará as restrições para vendas a descoberto de 17 ações, entre elas as duas agências. Na verdade, as restrições se referem aos papéis de 19 instituições financeiras, entre elas as duas agências.

Agência Estado |

Segue a nota corrigida, na íntegra:

Nova York, 30 - As Bolsas de Nova York abriram em alta hoje, em reação à pesquisa de emprego do setor privado não agrícola em julho, divulgada hoje pela empresa de serviços ADP. De acordo com relatório, foram criados 9 mil postos de trabalho no setor nos Estados Unidos em julho, quando a expectativa era de corte de 65 mil postos. A pesquisa deu impulso aos índices futuros de Nova York - antes do anúncio, o S&P 500 futuro operava estável. Por volta das 10h35 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,99%, o Nasdaq-100 avançava 0,79% e o S&P 500 tinha alta de 0,97%.

O mercado também deve reagir ao anúncio feito hoje pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), de que as linhas de créditos emergenciais para as instituições financeiras credenciadas (primary dealers) serão estendidas até 30 de janeiro. A medida faz parte de um amplo esforço anunciado hoje para ampliar a liquidez dos mercados financeiros. O Banco Central da Europa (BCE) e o Banco Central da Suíça também vão ampliar operações para melhorar a liquidez do dólar.

Pela manhã, o presidente dos EUA, George W. Bush, sancionou o pacote imobiliário aprovado no sábado pelo Senado e que traz ajuda para as agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. Além disso, o órgão regulador do mercado mobiliário americano (Securities and Exchange Comission, a SEC) anunciou, ontem à noite, que ampliará até 12 de agosto as restrições para vendas a descoberto nos papéis de 19 instituições financeiras, entre elas as duas agências. No pré-mercado em Wall Street, os papéis da Fannie Mae subiam 7,33% e os da Freddie Mac avançavam 8,55%.

No setor siderúrgico, os papéis beneficiavam-se dos fortes resultados divulgados ontem pela US Steel e hoje pela ArcelorMittal. No pré-mercado em Nova York, US Steel subia 1,87%. As informações são da Dow Jones e de agências internacionais.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG