Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Correa destaca acordo com a China para construir maior hidroelétrica do país

Presidente equatoriano afirmou que maior investimento da história do país "já é uma realidade"

EFE |

Quito - O presidente equatoriano, Rafael Correa, destacou hoje o acordo firmado esta semana com a China, para o financiamento da construção da maior hidroelétrica do país, a fábrica Coca-Codo-Sinclair. "O maior investimento da história deste país já é uma realidade", disse Correa após lembrar que foi assinado "na China o contrato de crédito de cerca de US$ 1,7 bilhão, com o Eximbank" do país asiático.

A fábrica, que terá uma capacidade de 1,5 mil megawatts de potência, superará a geração da fábrica de Paute, atualmente a maior do Equador, com mil megawatts. O Governo de Quito estima que a nova fábrica deve economizar ao Estado US$ 2,5 milhões diários, agora gastos na compra do petróleo que as fábricas termoelétricas usam e na importação de energia da Colômbia e do Peru.

Correa acrescentou que a concretização do crédito com a China também abrirá o caminho "para muitos outros" projetos energéticos, como a hidroelétrica Sopladora. Além disso, o país negocia com a China um convênio por US$ 2 bilhões, ao que Quito pode acudir quando apresentar os projetos energéticos, lembrou Correa. O financiamento para o projeto Coca-Codo-Sinclair "é uma boa notícia para o país", disse Correa após antecipar que nos próximos dias dará outra boa notícia sobre a construção de um grande complexo petroquímico no litoral do país, projeto idealizado conjuntamente pelas petrolíferas estatais do Equador e da Venezuela.

Leia tudo sobre: iGequadorchinaeconomiaenergia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG