Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Coreia do Sul faz o maior corte de juros da sua história

O Banco da Coréia (BOK, banco central sul-coreano) cortou inesperadamente sua taxa de juros de referência em 0,75 ponto porcentual, para 4,25%, como parte das medidas para amenizar o impacto da turbulência do mercado financeiro sobre a economia. É a maior redução da taxa na história da Coreia do Sul, segundo o banco central.

Agência Estado |

O BOK também reduziu a taxa de crédito agregado em 0,75 ponto porcentual, para 2,5%. O comitê de política monetária ainda concedeu ao Banco da Coreia a aprovação para a compra de bônus domésticos emitidos por bancos locais por meio de operações do mercado aberto. O governo da Coreia do Sul vinha pressionando há algum tempo o banco central a comprar os bônus bancários a fim de reforçar a liquidez do mercado e diminuir as taxas de juros, que vinham aumentando mesmo depois do corte de 0,25 ponto porcentual na taxa de referência no início deste mês.

Esperava-se que a reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira pelo banco central resultasse no anúncio de algumas medidas de apoio ao mercado, incluindo uma possível redução da taxa de juros. Os cortes maiores do que o esperado refletem as preocupações sobre até que ponto a economia local foi dominada pelas aflições econômicas e financeiras globais. A próxima reunião de política monetária do BOK está agendada para 7 de novembro. Os economistas esperam novos cortes nos juros ao longo dos próximos meses. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: crise financeira

Leia tudo sobre: crise financeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG