Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Coréia do Sul corta juro e montadora é 1a grande vítima da crise

SEUL (Reuters) - O banco central da Coréia do Sul cortou o juro básico para novo patamar mínimo e sinalizou mais cortes para evitar uma recessão, enquanto uma montadora local buscou proteção ao se tornar a primeira grande vítima da crise global no país. O juro foi reduzido nesta sexta-feira em 0,50 ponto percentual, para o nível recorde de baixa de 2,5 por cento. Foi o quinto corte em três meses com o objetivo de enfrentar o desaquecimento da quarta maior economia da Ásia.

Reuters |

A redução do juro ficou em linha com a previsão de analistas ouvidos pela Reuters.

"Acho que o Banco da Coréia estava preocupado com o futuro incerto e não queria usar todas as opções de uma vez", disse Kong Dong-rak, analista de renda fixa do Hana Daetoo Securities.

O presidente do banco central, Lee Seong-tae, disse que a política de juro continua tendo como foco sustentar a economia.

Mas ele indicou que o espaço para mais cortes está se fechando, ao destacar que a nova taxa já está abaixo das expectativas de inflação.

Na economia real, a montadora de SUV Ssangyong pediu proteção contra falência.

(Por Seo Eun-kyung e Cheon Jong-woo)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG