SÃO PAULO - O Comitê de Política Monetária (Copom) reforçou a estimativa de reajuste zero em 2010 tanto para a gasolina como para o gás de bujão. A informação consta da ata do encontro realizado na semana passada, quando a taxa básica de juro Selic saiu de 9,5% para 10,25% ao ano.

SÃO PAULO - O Comitê de Política Monetária (Copom) reforçou a estimativa de reajuste zero em 2010 tanto para a gasolina como para o gás de bujão. A informação consta da ata do encontro realizado na semana passada, quando a taxa básica de juro Selic saiu de 9,5% para 10,25% ao ano. A previsão é a mesma contida nos três documentos deste ano referentes às reuniões do Copom para discutir juro. O BC notou certo abrandamento nos preços do petróleo no mercado à vista e futuro desde sua última reunião, apesar de notar que a volatilidade continua alta. Além de novamente citar questões geopolíticas que envolvem o produto, a autoridade monetária acrescentou o fato de que a incerteza elevada ter a ver ainda com a evolução da oferta e da demanda, "em contexto de retomada assimétrica da economia mundial" e com as dúvidas com a retomada da economia europeia. "Não obstante, o cenário central de trabalho adotado pelo Copom prevê preços domésticos da gasolina inalterados em 2010", informou o BC na ata. (Juliana Cardoso| Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.