Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Copom e Fed são destaques da semana

SÃO PAULO - Decisões de política monetária centram as atenções dos agentes nesta semana. Na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) apresenta a taxa Selic.

Valor Online |

Os agentes mostram divisão entre estabilidade em 8,75% e início do aperto monetário. Antes disso, na terça-feira, o Federal Reserve (Fed), banco central americano, mostra seu veredicto para a taxa básica. O consenso é de estabilidade entre zero e 0,25% ao ano.

Cabe lembrar que, a partir de hoje, o pregão regular na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) volta a funcionar das 10h às 17h.

Nesta segunda-feira, a atenção dos agentes volta-se para a produção industrial americana referente ao mês de fevereiro. As previsões oscilam entre estabilidade e alta de 0,2%. Por aqui, os tradicionais Boletim Focus, do Banco Central (BC), e balança comercial semanal.

Na terça-feira, antes de conhecer a decisão do Fed, os agentes recebem os dados dos EUA sobre a construção de novas moradias e os preços de importação em janeiro. Na agenda local, aparece apenas o Índice Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S).

Na quarta-feira, enquanto aguardam o comunicado do Copom, os investidores conhecem a inflação no atacado dos EUA no mês passado.

Na quinta-feira, junto com a reação à decisão do BC, os agentes recebem o Índice Geral de Preços -10 (IGP-10) de março. Nos EUA, sai a inflação ao consumidor.

A sexta-feira é vazia em termos de indicadores tanto aqui quanto nos EUA e Europa.

No front corporativo, estão agendados os balanços da Equatorial Energia, SEB, Oi, Telemar, Trisul, Estácio, Brookfield, Cyrela, Embraer, Nutriplant, Saraiva e Copel.

(Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG