Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Copom dita o ritmo da semana

Apesar da trégua dos investidores na última sexta-feira (dia 5), depois de cinco dias de intenso nervosismo, o mercado financeiro deve ter uma semana bastante volátil. No mercado doméstico, as atenções estarão voltadas para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), amanhã e quarta-feira.

Agência Estado |

A expectativa majoritária do mercado é de mais uma alta dos juros, hoje em 13% ao ano. A dúvida está na intensidade, se de 0,50 ou de 0,75 ponto porcentual.

A turbulência, no entanto, continuará alimentada pelos dados da economia mundial. Além dos Estados Unidos, Europa e Japão também declararam que devem crescer abaixo das estimativas. Portanto, os investidores estarão de olho em números e declarações que possam dar algum sinal do tamanho da desaceleração no mundo.

Nos Estados Unidos, amanhã deve ser divulgada a evolução do crédito ao consumidor; na quarta-feira, os estoques americanos de petróleo, e, na sexta-feira (dia 10), o Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês). Ainda haverá o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Ben Bernanke, terça-feira, e do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, na quarta e na quinta-feira. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG