A disparada dos preços dos alimentos no início deste ano tem contribuído diretamente para a alta de inflação. Para evitar aumento generalizado, o Comitê de Política Monetária do (Copom) Banco Central (BC) deve elevar a taxa de juros, atualmente de 8,75% ao ano, na próxima semana.

A disparada dos preços dos alimentos no início deste ano tem contribuído diretamente para a alta de inflação. Para evitar aumento generalizado, o Comitê de Política Monetária do (Copom) Banco Central (BC) deve elevar a taxa de juros, atualmente de 8,75% ao ano, na próxima semana. A realização do leilão da Conab para amortecer a elevação do preço ao consumidor é bem-vida, mas não deve influenciar na decisão do Banco Central. A expectativa é de queda dos preços dos alimentos, principalmente, no segundo semestre. Além disso, o aumento nos preços de alimentos se deve a uma questão climática, sazonal. <i>As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.</i>

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.