Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Estado francês injetará 10,5 bilhões de euros em bancos

O Estado francês injetará 10,5 bilhões de euros nos seis principais bancos privados do país até o final do ano, anunciou agora à noite, hora local, a ministra da Economia, Christine Lagarde.

AFP |

Segundo ele, apenas uma minoria de produtores capitalizados consegue antecipar as compras de insumos, como fertilizantes e agrotóxicos. "Os demais estão em compasso de espera, principalmente por causa da forte alta do preço do adubo".

O gerente da Cooxupé disse que os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para estocagem estão à disposição, "mas para custeio ainda não saiu". Goulart acrescenta que as condições de financiamento na cooperativa estão menos complicadas para defensivos, no tratamento preventivo de pragas e doenças, como, ferrugem, cigarra e bicho mineiro.

Ele observa que as floradas dos cafezais na região já ocorreram de modo definitivo, há cerca de 15 dias. Agora é preciso aguardar o desenvolvimento das lavouras, que precisam de chuvas regulares. "O clima está um relógio, com as chuvas chegando na hora certa", garante. A perspectiva é de boa produção nas lavouras novas e naquelas preparadas para produzir bem, renovadas por meio de podas.

Colheita Atrasada

O problema, diz Goulart, é que a colheita da safra deste ano foi atrasada. Os cooperados da Cooxupé devem entregar este ano cerca de 6,050 milhões de sacas de café à cooperativa. Desse total, cerca de 3% da produção ainda não foi colhida, principalmente em grandes propriedades. Também tem café de varrição, a ser catado do chão.

As chuvas, no entanto, atrapalham os trabalhos e prejudicam a qualidade do produto, depreciando o preço. Só neste fim de semana, o volume de chuva na região alcançou cerca de 40 mm. "Esses cafés não encontrarão comprador no mercado externo", informa.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG