Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Convocação de greve ferroviária em Sydney ameaça visita do papa

Sydney, 8 jul (EFE).- O sindicato dos trabalhadores do transporte ferroviário convocou uma greve em Sydney para a semana que vem que ameaça paralisar os eventos da Jornada Mundial da Juventude, que contará com a visita do papa Bento XVI, informou hoje a rádio local ABC.

EFE |

O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, pediu hoje respeito em relação a Bento XVI e solicitou que a greve não aconteça na quinta-feira 17 de julho, dia em que o pontífice se reunirá com as autoridades da Austrália.

A companhia que administra as ferrovias em Sydney, RailCorp, apresentou uma solicitação à Comissão Australiana de Relações Industriais para que emita uma ordem que impeça a greve no dia assinalado.

John Watkins, ministro de Transporte do estado de Nova Gales do Sul, cuja capital é Sydney, se reunirá hoje com o sindicato que convocou a greve para tentar evitá-la.

Na semana passada, os engenheiros da companhia aérea australiana Qantas decidiram interromper sua greve que começou em junho por ocasião da visita de Bento XVI, que acontecerá de 15 a 20 deste mês.

EFE mg/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG